Outeiro Secano em Lisboa

Julho 02 2013

Os romanos diziam que havia na Lusitânia um povo, que não se governava, nem se deixava governar, embora isto não seja bem assim, porque alguns governam-se bem, à saúde de outros.

Após a demissão ontem de Vitor Gaspar, o número dois do governo, hoje foi a vez de Paulo Portas o número três e sendo expectável que, agora se sigam as demissões de Mota Soares e Conceição Cristas, ambos ministros do CDS PP.

Perante este cenário, perspectiva-se que vamos ter um verão quente, ainda mais do aquele que se tem feito sentir, nos últimos dias. Embora iremos ter mais do mesmo, isto é sai o PSD e entra o PS, talvez até coligado com o CDS PP, porque estes em matéria de coligações não são esquisitos, desde que gravitem na área do governo, qualquer um serve.

Tudo isto porque a nossa constituição obriga a que os nossos governos, sejam constituídos pelos partidos mais votados, sendo estes o nosso principal problema, porquanto grande parte da corrupção que grassa no país tem origem na sustentabilidade e financiamento destes mesmos partidos.

De fora ficam pessoas com grande capacidade e provas dadas, como Sampaio da Nóvoa, Boaventura Sousa Santos, Paulo Morais e muitos outros, só porque são desalinhados desses mesmos partidos.

Mas como vivemos em “democracia” e o povo é quem mais ordena, mal digo eu porque escolhe sempre os mesmos, e os mais inaptos. E se de vez em quando aparece alguma excepção, as corporações encarregam-se de os deitar abaixo, como aconteceu com Maria de Lurdes Rodrigues, Correia de Campos e outros mais. A propósito a Maria de Lurdes Rodrigues, actual Presidente da FLAD - Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento, apesar de ter sido elogiada pelo embaixador americano, não vai ser reconduzida no cargo porque a nomeação para o cargo é da incumbência do governo, e esta não tem ocartão dopartido, o mesmo aconteceu com Lidia Sequeira a actual presidente do porto de Sines, que  colocou este porto no top five do mundo, mas como não é do PSD, vai sair para ser substituida por um boy.

A ver vamos o que vai sair desta crise porque “Pra melhor está bem, está bem! Pra pior já basta assim”.

publicado por Nuno Santos às 19:30

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

15
17
18
20

21
22
24
25
26
27

29
30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO