Outeiro Secano em Lisboa

Dezembro 16 2016

Jorge Simão.jpg

 

Todos sabemos quanto a vida é dinâmica e composta de mudanças, já o dizia o poeta. No futebol essa dinâmica é também uma evidência, de tal forma que, o Dr. Pimenta Machado ex-presidente do Vitória de Guimarães disse um dia, em futebol o que hoje é verdade, amanhã pode ser mentira.

Ora, quando na passada quarta-feira em Torres Vedras, os jogadores do Chaves vieram junto na bancada, para agradecer o apoio dado pelos adeptos flavienses, onde eu me incluía, nenhum de nós imaginaria que, poucos dias depois, dois dos mais influentes intervenientes nesse jogo, o técnico Jorge Simão e o jogador Batáglia, iriam abandonar o Desportivo de Chaves.

Só que, também ninguém imaginava que, uma hora depois da vitória do Chaves em Torres Vedras, o Sporting de Braga iria ser eliminado da Taça de Portugal pelo Sporting da Covilhã, uma equipa do escalão secundário e apenas em décimo primeiro lugar, quando o Sporting de Braga era o atual detentor do título, conquistado no ano anterior.

Por via da eliminação da Taça, acrescido ao desconforto pelo recém afastamento da Liga Europa, o treinador José Peseiro foi despedido, ficando o Braga sem treinador.

Entretanto, como tem sido reconhecido o elevado potencial do treinador Jorge Simão, ao que parece e segundo os jornais desportivos de hoje, os dirigentes do Sporting de Braga viram nele, o substituto ideal para José Peseiro. Embora o convite possa ser desafiante para Jorge Simão, ao mesmo tempo, ele poderá ser também pernicioso, atente-se na situação de Paulo Fonseca, quando deu o salto de Paços de Ferreira para o Porto, tendo depois de voltar à casa de partida.

Para o Desportivo de Chaves a saída do técnico, ainda seria um mal menor, o pior segundo se consta, com ele irá o jogador Batáglia, tanto mais que pertence aos quadros do Braga, estando apenas emprestado ao Chaves por um ano, só que Batáglia tem sido juntamente com Assis, um dos elementos mais fortes da equipa.

Mas como o técnico Jorge Simão estava vinculado ao Desportivo até final da época, esperamos que a sua Direção saiba acautelar bem os seus interesses, não pondo em causa todo o projecto, assim como os objetivos da época, os quais passam pela manutenção e pela angariação dos 40 pontos.

Se forem verdadeiras as notícias propaladas, como associado do Desportivo de Chaves desejo a Jorge Simão muito sucesso, exceto nos jogos contras as minhas equipas favoritas, o Chaves e o Sporting.

 

publicado por Nuno Santos às 19:19

E agora, amigo Nuno? O sorteio da taça vai tirar-te o sono. Bem, pelo menos um dos teus amores vai sair a ganhar. Eu só receio que a final do Jamor me obrigue a optar entre o Desportivo e o Benfica. Grande abraço. Boas festas.
HPombo a 20 de Dezembro de 2016 às 20:24

Olá amigo, de facto o Sporting continua com pouca sorte nos sorteios, tanto nas competições nacionais como internacionais. Que ganhe o melhor e que não haja interferências de terceiros como no ultimo derby. Nós já estamos em Chaves para a quadra natalícia. Umas Boas Festas para ti e para toda a família. Um abraço.
Nuno Santos
Nuno Santos a 20 de Dezembro de 2016 às 21:00

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
17

19
20
21
22
24

25
27
28
29
30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO