Outeiro Secano em Lisboa

Janeiro 13 2017

sexta feira 13.jpg

A sexta-feira treze é considerada na religião judaico-cristão, como um dia de azar, porque se segue ao dia doze, um número associado às doze tribos de Israel, aos doze apóstolos e aos doze meses do ano. Além de que a sexta-feira, foi o dia em que, Jesus Cristo foi crucificado no calvário.

O município de Montalegre tem aproveitado muito bem esta superstição, proporcionando nos dias de sexta-feira treze, um mega evento aos visitantes, baseado neste misticismo, mas sobretudo na dinâmica do Padre Fontes, iniciado primeiro com o Congresso de Medicina Popular em Vilar de Perdizes.

Depois do êxito do Congresso, os responsáveis do município, vendo aqui uma janela de oportunidade, para promover os seus produtos regionais e dar a conhecer melhor o seu concelho, criou este evento que, todos os anos tem vindo em crescendo, tornando-se num acontecimento cultural que, senão já de âmbito nacional, é o pelo menos a nível regional. 

Como vem sendo habitual, hoje serão milhares de pessoas que rumarão a Montalegre, alguns para degustar os produtos gastronómicos da região, outros para se divertirem apenas com as fantasias, tornando as ruas da vila bem mais animadas, do que nos restantes dias do ano.

Neste ano de 2017 pese embora haja muitos feriados, que, podem proporcionar várias pontes, só haverá uma outra sexta-feira treze, a qual ocorrerá no mês de outubro.

Confesso que nunca fui a Montalegre neste dia, mas tinha programado fazê-lo neste ano, por causa de uma coincidência feliz. É que amanhã sábado dia 14, o Sporting vai jogar em Chaves para a Liga, voltando a jogar na terça-feira para a Taça de Portugal. Ora com dois jogos num espaço tão curto de tempo, estavam assim mais que reunidas as razões para irmos a Chaves ao futebol e fazer o desvio a Montalegre.

Só que a sexta-feira treze foi mesmo para mim um dia de azar, porquanto, estou desde quarta-feira, com uma arreliadora gripe, a qual me impossibilita de sair de casa.

Assim não só não poderei ir a Montalegre, como terei de ver os dois jogos em casa, pela televisão. Claro que os meus amigos benfiquistas, já estarão a cogitar.

 – Então como é que é agora, és do Chaves ou do Sporting?

Ora, como sócio dos dois clubes, mas atendendo à situação periclitante do Sporting no campeonato, com um atraso de oito pontos do Benfica, e como o Chaves não tem a manutenção em perigo, eu digo com toda a franqueza que, torço pela vitória do Sporting. Já quanto ao jogo da Taça de Portugal, só para ter o prazer de ver de novo o Chaves no Jamor, eu fico a torcer pela vitória do Chaves.

 

publicado por Nuno Santos às 12:21

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
14

16
19
20
21

22
23
24
25
27
28

30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO