Outeiro Secano em Lisboa

Novembro 27 2014

Benfica.jpg

 

Disputou-se ontem a penúltima jornada da Champions League e no tocante às três equipas portuguesas com consequências diferentes. O Futebol Clube do Porto também porque foi aquele que teve mais sorte no grupo onde esteve inserido passou aos oitavos de final classificando-se em primeiro do seu grupo. O Sporting, não fora o caso do jogo em Gelsenkirshen e também estaria apurado, agora só depende de si e da conjugação dos resultados entre o Maribor e o Shalke 04 em 9 de dezembro, embora tenha já assegurado, o apuramento para a Liga Europa

O Benfica é que já  está irremediavelmente afastado das competições europeias após a derrota de ontem com o Zenit e da vitória do Mónaco ao Bayer Leverkusen. De salientar que o Benfica apresentou-se ontem em S. Petersburgo com dez jogadores estrangeiros e por ironia do destino, quem tramou o Benfica, campeão português em título, foram portugueses. No seu jogo com o Zenit, foi o internacional português Dany quem marcou o golo da vitória russa. No outro jogo do seu grupo, foi o Leonardo Jardim treinador do Mónaco, o qual conta ainda com dois três jogadores portugueses que vencendo na Alemanha o Leverkusen, afastaram o Benfica das competições europeias.

É um facto que o grupo do Benfica, era aquele em que havia um maior equilíbrio entre as quatro equipas, mas para quem assistiu durante a semana ao debate, de que o Benfica era o maior clube do mundo, esperava-se bem mais do seu desempenho.

O seu afastamento das competições europeias traz à colação uma outra realidade, a de que o Benfica tem um desempenho externo, diferenciado do desempenho interno, o qual muitas das vezes, é influenciado por decisores externos. Ainda na última eliminatória da Taça de Portugal,  apesar da sua entrada de rompante, tendo marcado dois golos de rajada, já próximo do intervalo, foi escamoteado um penalti claro ao Moreirense que, equilibrava mais o resultado e tornava o resultado do jogo mais imprevisível, mas claro lá houve a tal decisão favorável que, influenciou o jogo a seu favor.

Agora que tanto se fala em mais Justiça no nosso  país, era bom que ela fosse também extensível à justiça desportiva, porque goste-se ou não, o fenómeno desportivo arrasta multidões.

 

 

publicado por Nuno Santos às 07:58

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
15

18
20
22

26
28
29



links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO