Outeiro Secano em Lisboa

Dezembro 26 2016

Galo.jpg

 Nota - Os meus sobrinhos Laura Filipa e Artur Miguel Moura são uns artistas, pese embora neste país, os artistas tenham uma vida difícil, sendo disso exemplo, o recente encerramento do Teatro da Cornucópia em Lisboa, um teatro com mais de 43 anos de atividade.

A Filipa ganhou já vários prémios literáriios e tem no seu currículo, várias exposições temáticas. O Artur Miguel é engenheiro de som, tendo colaborado em sonoplastia, com várias companhias de teatro e mais recentemente na gravação do disco de uma jovem cantora Mariana Root.

Na noite de Natal em Outeiro Seco, na  casa dos avós maternos, juntamente com os primos, quase sempre nos presenteiam com um pequeno espetáculo de variedades. Este ano, por força da multiplicação das famílias, apesat de  sermos menos, não deixou de haver um espetáculo, que, teve a representação da Carolina, Laura Filipa, Artur Miguel, Daniel e Artur (pai). O texto é da autoria da Laura Filipa e do Artur Miguel, sendo até seguido via Skipe na Holanda.

A Missa do Galo Galela

 

 

NARRADOR: Era uma vez um galo chamado Gastão que era o rei da capoeira. Todas as galinhas o achavam jeitoso e um bom partido.

GASTÃO Entra todo pimpão, dirigindo-se ao público como se fossem as suas galinhas.

– Minhas pitinhas, o Gastão chegou. Cacarejem quando estou por perto, chorem quando me vou. fala em privado para o público Tenho mais amantes que penas e olhem que tenho muitas penas!

NARRADOR: Certo dia chegou à capoeira uma carta endereçada a Gastão. A galinha Pipá Pita apressou-se a entregá-la.

PIPÁ PITA: – Gastãozinho! Chegou uma carta para ti!

GASTÃO: – O quê? Mais contas? Cá para mim são acertos... vocês levam-me à falência com a electricidade que gastam a embonecar-se e com a televisão ligada todo o dia nas novelas, e nas manhãs do Goucha...

PIPÁ PITA: interrompendo Gastão – Não, não! Isto é uma coisa importante! Traz um selo da Igreja Paroquial Adventista Romana do 14º Dia em Portugal e Arredores.

GASTÃO: – Ui! Deixa cá ver isso.

NARRADOR: Excelentíssimo Senhor Gastão, vimos por este meio convidar sua excelência a estar presente na nossa excelente Missa do Galo. Todos os paroquianos poderão contemplar a sua forma vigorosa, o brilho das suas penas, o requinte da sua crista. Aguardamos ansiosamente que nos presenteie com a sua vinda. Melhores cumprimentos, O presidente da assembleia geral da Igreja Paroquial Adventista e Romana do 14º Dia em Portugal e Arredores.

GASTÃO: – Ah! Finalmente fui reconhecido! Uma missa do Galo para mim – a minha missa! Vou ficar famoso, conhecer outras capoeiras, ir para o estrangeiro! Meninas, meninas! Toca a trabalhar – quero estas penas num brinco.

NARRADOR: Nessa noite, Gastão entra no adro da igreja todo pimpão, onde é recebido com toda a pompa e circunstância pelo sacristão Bítaro.

BÍTARO: – Seja muito bem vindo! Que honra tê-lo cá! Temos para si um ligar cativo, com vista privilegiada para a cerimónia – o lugar é aquecido e pode contar com umas barras de segurança para a sua maior protecção.

NARRADOR: Gastão ocupa o seu lugar todo crencho. O seu lugar que, na verdade, é uma gaiola com algumas brasas por baixo. Era tarde e àquela hora, Gastão já dormiria se estivesse na sua capoeira. A somar àquele calorzinho e a um farto sentimento de reconhecimento, Gastão fecha o olho e passa pelas brasas no seu camarote. Só acorda quando ouve o sino a tocar a meia noite. Olha rapidamente em volta para ver se alguém deu conta que adormecera e é nessa altura repara nos outros camarotes da sala ocupados por outros galos em “lugares cativos” como o seu.

GASTÃO: – Mas o que vem a ser isto?! Eu pensava que era o único galo desta Missa do Galo!

NARRADOR: E sem dar tempo a Gastão de pensar mais no assunto, um dos paroquianos surge no seu camarote, pega na sua gaiola e leva-a para o altar. Ali, as gaiolas são dispostas numa linha, como uma montra.

BÍTARO: – Um aplauso para os nossos ilustres convidados! Contemplem e votem – votem no galo mais formoso!

GASTÃO: pondo-se logo em sentido – Ah isto é uma competição? Esperem lá que eu já vos mostro.

NARRADOR: Gastão abre as suas asas mostrando as suas penas lustrosas, o seu peito definido, as suas pernas arqueadas, o seu bico dourado, o seu corpo robusto, etc, etc, etc.

BÍTARO: aparece e interrompe a série de poses do Gastão, batendo-lhe na asa – Oh pá, já chega! Pronto, és tu o escolhido!

NARRADOR: Gastão está feliz que nem um galo. Os outros concorrentes são levados dali e o palco é finalmente apenas de Gastão. Enquanto sonha com o seu prémio e imagina a sua cara como a nova cara do Galo de Barcelos, é despertado pelo som e o reflexo de uma lâmina desembainhada pelas mãos de Bítaro. E logo começam cânticos na sala.

TODOS: – Galo Galão Galo Galela Nossa salvação Está na tua moela.

NARRADOR: Gastão estremece  apercebendo-se do terrível engano e  de que o seu fim está próximo. Surpreendentemente, sente saudades das suas pitinhas e pensa que as devia ter tratado melhor... As brasas da sua gaiola começam a aquecer automaticamente e quando já se estava a imaginar a acompanhar um arroz de cabidela, uma grande confusão instala-se na sala. Irrompe da multidão um inspector da ASAE que diz:

INSPECTOR: – Alto e para tudo! Para se proceder ao abate deste animal, ele deve estar registado, vacinado, medicado e anestesiado. E a sua confeção deve acontecer em local esterilizado, arejado, arrumado e escarquejado. Ora, como não estão reunidas essas condições, suspendo desde já o abate do galo.

Assim se salvou o Gastou de ser servido de cabidela, voltando de novo ao galinheiro e a galar as suas pitinhas.

 

 

publicado por Nuno Santos às 16:31

Feliz Ano Novo para ti Nuno e toda sua família.Feliz Ano Novo para todos de Outeiro Seco. Abraça todos os meus familiares por mim. Dá um abraço especial no meu tio e padrinho António Bernardo,eu amo muito a todos.Vasco Sobreira,tudo de bom
geninha a 31 de Dezembro de 2016 às 18:32

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
17

19
20
21
22
24

25
27
28
29
30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO