Outeiro Secano em Lisboa

Julho 21 2014

 

Faz hoje 45 anos que o homem pousou na lua. Depois de longos anos de missões, foi a tripulação da Apolo 11 composta por Neil Armstrong, Michael Collins e Buzz Aldrin quem fizeram esse feito, cabendo a Neil Armstrong ter sido o primeiro a pisar solo lunar e proferido a célebre frase “foi um pequeno passo do homem e um grande salto da humanidade”.

Decorridos tantos anos talvez fosse importante analisar se de facto esse avanço da aeronáutica, foi verdadeiramente um grande salto para humanidade.

Porque se tivermos apenas em apreço o avanço que a aeronáutica trouxe às tecnologias da comunicação, sem dúvida que sim, mas também não podemos esquecer os avanços perniciosos para a humanidade, basta lembrarmo-nos dos acontecimentos desta semana, em que vários mísseis, que são fruto desse avanço aeronáutico proclamado por Neil Armstrong, destruíram um avião comercial ceifando 297 vidas, assim como as que morreram na faixa de Gaza, dizimadas pelos mísseis israelitas.

Quanto ao avião da Malásya Airlines, ainda não há resultados concludentes sobre as causas do incidente, embora tudo aponte para que a queda, se deva ao facto de ter sido atingido por um míssil, disparado pelas milícias ucranianas pró russas. E se assim for, vejamos o tal salto para a humanidade, permitiu que um ex-carteiro, agora comandante da milícia para independência da Ucrânia ocidental, seja o responsável pela ordem de disparar o míssil, por não ter  distinguido com precisão, se o avião era comercial ou militar.

Mas voltando à efeméride, em 1969 eu tinha 15 anos e ouvia  músicas de Bob Dylan, Joan Baez, Creedence Clewater Revivel e dos Beatles, mas também música portuguesa do Quarteto 1111 os quais tinham editado há pouco a Lenda do Rei D. Sebastião, assim como de Paulo de Carvalho, Fernando Tordo, Tonicha e dos brasileiros como Chico Buarque da Holanda, Caetano Veloso, fazíamos baisles com gira discos a pilhas ao som das músicas de Roberto Carlos e do Neson Ned.

Em Outeiro Seco ainda não havia luz eléctrica por isso fui seguindo os comentários do Prof. Eurico da Fonseca e do locutor José Mensurado pela televisão, no Bar do Marconi, situado na estrada de Outeiro Seco, um bar que ainda existe, com o nome de Bar Raioto.

Recordo-me das discussões caseiras, quanto ao cepticismo dos mais velhos, sobre a veracidade ou não, se o homem pousou na lua. Curiosamente passados tantos anos, esse cepticismo embora não tão persistente, ainda permanece em algumas camadas da população.

E com isto, já se passaram 45 anos!

publicado por Nuno Santos às 08:45

olha nuno que coisa a pouco quando vi essa notícia na tv falei pra minha mulher
não havia luz em outeiro seco e nós vinhamos no libório ver jogos de futebol festival da eurovisão
e nessa eu saí com mais alguns só não me lembro em que altura do caminho eu voltei pra trás
como anti americano que era eu não acreditava então voltei
quanto ao comentário que o jô soares fez ele falou isso na hora da derrota eu falo isso todos dias
o joão ubaldo ribeiro morreu poucos dias atrás podes ler no google falta matéria prima é muito interessante
quando fazia alguma critica ao governo lula tu e muitos portugueses eu ouvia e via na rtpi nossa o cara é o máximo e parece que sou do contra
mas está aí infelizmente o país em recessão no 2º trimestre é lógico que eles vão dizer que não
a petrobras era a maior empresa doa país olha o estado que ela está é menor que a vale e a ambeve que é a maior fazendo cerveja e refrigerante alguma coisa está errada e tu és testemunha que sempre falei isso e eu também estou no barco bom depois tem mais abraço


vasco sobreira garcia a 22 de Julho de 2014 às 02:57

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

14


28


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO