Outeiro Secano em Lisboa

Novembro 16 2014

Jose_Cid-10_000_Anos_Depois_Entre_Venus_E_Marte.jp

 

Em Portugal não é fácil a vida para os artistas, qualquer que seja o seu género e que o diga o José Cid que, ontem deu um concerto no Coliseu, onde estivemos presentes, como forma de comemorarmos mais um aniversário da Celeste.

Embora o público fosse muito heterogéneo, pois ia dos oito aos oitenta anos, o Coliseu não encheu e se a plateia estava bem composta, o restante espaço estava muito vazio, pois as galerias nem sequer abriram.

Tenho para mim que uma boa parte do público presente, estaria à espera de um outro tipo de reportório, não se apercebendo de que este concerto, era exclusivamente dedicado ao disco “10.000 Anos depois entre Vénus e Marte”, editado na década de setenta. Este disco sendo pouco conhecido em Portugal, é o responsável pelo êxito de José Cid no panorama internacional, de tal forma que, foi considerado pela célebre revista americana, Billboard, como um dos melhores 100 discos de rock progressivo do mundo.

O disco é uma espécie de ópera rock, contando o regresso de um homem e de uma mulher, após um choque galáctico. Ontem o som instrumental estava demasiado alto, e não dava para discernir bem as palavras, quer do Zé Cid como dos cantores que o acompanhavam, sendo bem melhor ouvi-lo em casa, do que no palco.

O concerto contou ainda com a presença em palco dos músicos que, estiveram com ele na feitura deste álbum, o Zé Nabo, Mike Sargent e o Ramon Galarza. No final houve quem saísse satisfeito com o que ouviu, outros terão saídos frustrados, porque não era deste som que iam à espera.

Uma coisa é certa, o José Cid é um extraordinário músico português, alguém a quem só se reconhecerá o seu real valor, quando deixar de compor. Entretanto ele continua fiel aos seus fãs e na noite do final de ano, vai estar em Lisboa no Terreiro do Paço, ele próprio o anunciou no final do espectáculo de ontem.

 

 

 

 

publicado por Nuno Santos às 10:03

gosto do josé cid ouvi muito
e já agora parabens celeste
que a vida te sorria sempre
vasco sobreira garcia a 16 de Novembro de 2014 às 17:20

Os meus parabéns à minha prima Celeste.
abraços
leonor
leonor moreira a 16 de Novembro de 2014 às 19:27

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
15

18
20
22

26
28
29



links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO