Outeiro Secano em Lisboa

Maio 28 2016

 

 

Ainda que estejamos na estação da Primavera, o mês de maio já costuma ter caraterísticas de verão, tanto mais que no litoral, a época balnear abre no início deste mês, embora haja pessoas, com o hábito de ir à praia em quase todos os meses do ano, basta para isso que, haja um raio de sol.

Devido à sua instabilidade meteorológica, a única coisa que neste mês me faz lembrar o verão, foi a minha estreia nos caracóis, uma especialidade gastronómica à qual me habituei a comer e gostar, desde que vim para Lisboa. O consumo de caracóis outrora quase confinado a Lisboa tem ganho cada vez mais adeptos, tendo chegado inclusive ao interior norte, nomeadamente a Chaves.

Mas se em termos meteorológicos o mês de maio tem estado instável, afetando negativamente o turismo, não deixou de estar bem quente noutras áreas, como no desporto na educação e em outras áreas da política, tanto económica como laboral.

No desporto salienta-se a subida do Desportivo de Chaves à primeira liga e a vitória do Benfica no campeonato. Embora se deva enaltecer os vencedores, a vitória do Benfica resultou mais do demérito do Sporting, do que do merecimento do Benfica, porquanto, o Sporting foi a equipa que comandou durante mais tempo o campeonato e a que melhor futebol apresentou.

Só que o futebol, como diz o seu técnico Jorge Jesus é muito cruel, deste modo o Sporting morreu na praia, porque teve dois jogos, em que apesar de estatisticamente ter sido o melhor, os deuses não estiveram com a equipa, nomeadamente em Guimarães e depois em Alvalade contra o Benfica. O Sporting, não ganhou estes dois jogos, por manifesta falta de sorte, um dos sortilégios que, regem este desporto.

Ainda em matéria de desporto o mês de maio é o das grandes decisões, onde se apuram os vencedores dos campeonatos nacionais e os vencedores das taças, tanto nacionais como europeias. Em Portugal a final opôs o Porto e o Sporting de Braga, tendo saído vencedor aquele que no ranquing das apostas teria menos apostantes, o Sporting de Braga. Quantos às taças europeias,  a Taça da Liga Europa foi ganha pela terceira vez consecutiva pelo Sevilha, hoje temos a final da Champions League entre o Real Madrid e o Atlético de Madrid repete pelo a final de 2014, quando os madrilenos invadiram Lisboa, este ano ocorrerá a mesma coisa, em Milão.

Mas por falar em futebol, torna-se obrigatório falar noutro fenómeno decorrente neste mês em Portugal, as peregrinações a Fátima, ainda que este fenómeno a mim não me toca de modo especial, contudo ele existe desde o início de segunda década do século passado, pese embora toda a polémica que o envolve. Mas se as peregrinações deste ano foram em tudo igual às dos anos anteriores, as do próximo ano serão diferentes, porquanto, celebram o primeiro centenário e têm a visita do Papa Francisco.

Na área da educação, além dos alunos estarem a queimaram os últimos cartuchos nos testes finais, outros já queimaram as fitas, alguns prejudicados pela chuva como aconteceu em Coimbra, justamente onde este ritual tem maior tradição. Porém em matéria de educação, as atenções têm estado mais focadas na polémica dos contratos de associação com os colégios privados, cujas negociatas este governo se propõe terminar.

Curiosamente em Chaves, esta situação acabou já há muitos anos, ou seja, logo a seguir ao 25 de abril, embora o Colégio como lhe chamávamos, cumprisse a missão que, em minha opinião, estes estabelecimentos devem cumprir, ou seja, sendo estabelecimentos de ensino privado, devem ser pagos por quem o frequentava, salvo as tais devidas exceções plasmadas na lei como a ausência de uma escola pública. Atualmente o Colégio de Chaves já não existe, porquanto, foi adquirido pelo Estado e integrado na rede pública.  

Em matéria laboral assistimos à luta dos estivadores do porto de Lisboa, um conflito ao que parece com grandes especificidades, pois recorrentemente somos confrontados com esta luta. O primeiro-ministro prometera que, a resolução deste conflito, não passaria de ontem e efetivamente, o acordo chegou mesmo em cima da meia-noite, esperamos agora se o mesmo será duradoiro.

Este é também o mês que marca o início dos festivais de verão, em especial um dos mais mediatizados como é o Rock in Rio. Como sempre o cartaz é bem recheado de grandes nomes. Logo a abrir o festival esteve o Bruce Springsteen mas também o Alice Cooper e o ator e músico Johnny Depp, os quais atuaram ontem, integrados no grupo Hollywood Vampires.   

Para mim este mês de maio teve duas coisas altamente positivas. A primeira foi a libertação das tarefas altamente stressantes a que, todos os contabilistas estão sujeitos neste mês, como a submissão das modelos do IRS e do IRC. Felizmente e devido à minha autossuspensão, em finais de 2015 libertei-me dessa pressão. A segunda foi a visita do meu filho e nora os quais vieram recarregar baterias a Portugal.

 

publicado por Nuno Santos às 09:32

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
25
26
27

31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO