Outeiro Secano em Lisboa

Julho 18 2016

marcelo rebelo.jpg

 

Ultimamente têm sido notícia as audiências dadas pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa em Belém, aos nossos atletas, condecorando-os pelo seu desempenho desportivo nas competições internacionais. Os franceses que recentemente perderam o título europeu de futebol para Portugal, já lhe chamam o “ Pé de Coelho”, o amuleto usado para dar sorte, porque a todos os jogos aos quais assistiu da nossa seleção, deu sorte.

Claro que a sorte dá muito trabalho e a sorte dos atletas, implica muito esforço e muito sacrifício, pese embora no futebol, haja por vezes essa ponta de sorte, atribuindo-se isso à estrela de campeão, uma coisa que o meu clube, o Sporting, não costumam ser bafejado muitas vezes. Ainda no ano passado, apesar de ser a defesa menos batida e ter sido indicada pela crítica, como a equipa que melhor futebol jogou ao longo do ano, acabou por não ser campeão.

Mas depois das várias comendas já distribuídas, na próxima terça-feira será a seleção de hóquei patins, mas, vamos lá a ver se para a próxima semana, não será a seleção de futebol sub 19, porquanto, já estamos a dois jogos de nos sagrarmos campeões europeus na categoria.

Se tal acontecer, este será um ano dourado para o futebol português, pois, já fomos campeões europeus no escalão de sub 17, no escalão sénior, estamos a caminho de sermos campeões no escalão sub 19, e em agosto, inicia-se os Jogos Olímpicos onde as expectativas também são elevadas, apesar de que na modalidade do futebol não vão os melhores atletas, por causa de ter havido algumas negas de clubes.

Isso acontece porque não sendo a organização dos Jogos Olímpicos da responsabilidade da FIFA, os clubes não estão obrigados a ceder os jogadores, porém nos jogos olímpicos participam os atletas com menos de 23 anos, podendo depois cada seleção, incorporar três jogadores de idade superior sabendo-se já que o Brasil um eterno candidato e este ano ainda mais por ser o país organizador vai contar com o Neymar.

Portugal não vai contar com os melhores mas já sabemos que o Presidente Marcelo vai estar pelo menos na abertura dos jogos, logo esperamos que seja mais uma vez o amuleto da sorte para os nossos atletas.

Mas não foi só para dar comendas e apoiar os atletas, que, se elegeu o presidente, de tal forma que se diz que é o presidente de todos os portugueses. Ele deve ser o elo de união entre todos os portugueses, ora, a união é coisa que não se tem visto estre as principais forças partidárias, mesmo em matérias que devem ser estruturantes para o país, como as metas orçamentais, e assim torna-se difícil atingir essas metas.

Ora, como os políticos fazem sempre uma colagem aos resultados do desporto, espero que sigam o seu exemplo. A seleção é composta por jogadores oriundos de vários clubes, os quais se degladiam durante o ano na procura do único resultado possível que é o campeonato, mas quando está em causa o país e a seleção esquecem essas diferenças. Os partidos em prol do país deveriam fazer o mesmo, e assim teríamos um país melhor para todos.

 

  

publicado por Nuno Santos às 08:05

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Julho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
13
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30



links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO