Outeiro Secano em Lisboa

Setembro 26 2014

 

No tempo em que a classe média portuguesa, ainda tinha algum poder de compra, eu e a minha mulher tivemos a possibilidade de fazer um dos circuitos turísticos promovidos pela Agência Abreu, designado “Circuito dos Fiordes”. Trata-se de um circuito interessante, em especial para quem privilegia a componente natureza, com os fiordes pelas montanhas e grandes cascatas,   ainda que este circuito, contemple também uma boa parte urbana, nomeadamente a visita às capitais dos três países da Escandinávia; Copenhaga, Oslo e Estocolmo, e passagem por outras cidades de referência, como é o caso de Bergen, na Noruega.

Quem já foi utente deste serviço sabe que, apesar de ir acompanhado de um guia turístico, têm depois em cada cidade de referência, um guia residente dominante da língua do grupo, neste caso o português.

Para mais facilimamente completar os grupos, a Abreu tem por hábito juntar turistas portugueses e brasileiros, ainda que não partam todos de Lisboa.

Estávamos já em Estocolmo e no autocarro após a visita à Câmara Municipal, o local onde decorre a recepção e o jantar dos laureados com o prémio Nobel, quando uma jovem brasileira perguntou ao guia residente, por sinal um português de Lisboa, casado com uma sueca e ali residente, há mais de vinte anos.

- Carlos! Me diz como funciona aqui a corrupção?

O guia ficou algo surpreendido com a pergunta, respondeu.

- A corrupção aqui na Suécia! Bem há dias a ministra da cultura demitiu-se, só porque se esqueceu de pagar a taxa da televisão.

Ora tendo em consideração o que estamos assistir em Portugal, e como sempre tivemos como referência e modelo os povos do norte, só podemos dizer, obviamente demita-se.

 

publicado por Nuno Santos às 07:33

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14




links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO