Outeiro Secano em Lisboa

Maio 05 2016

futebol generica 46.jpg

 

O ambiente está a aquecer e nem é tanto pelas condições meteorológicas, porque depois das temperaturas terem chegado quase aos trinta graus, o tempo mudou e para os próximos dias, espera-se uma descida acentuada e o regresso da chuva. O rubro é uma metáfora para definir as emoções que se vivem no futebol.

Embora faltem apenas duas jornadas para o fim do campeonato, paira ainda uma incerteza sobre quem vai ser o campeão, assim como, quem vai subir na segunda liga, embora tanto num escalão como no outro, as duas equipas, Benfica e Sporting e Chaves e Portimonense, dependam apenas dos seus resultados.

Na primeira liga, se o Benfica ganhar os dois jogos que lhe faltam, tem o campeonato assegurado. Na segunda liga ao Chaves, falta-lhe apenas angariar um ponto, para assegurar a subida à primeira liga, porque o primeiro lugar será conquistado pelo Porto B. Contudo o primeiro lugar do Porto B, não conta para a subida de divisão, porquanto, os regulamentos das equipas B não permitem que as equipas do mesmo clube joguem no mesmo escalão, razão pela qual o Porto B, apesar de ficar em primeiro, assegura o título mas não a subida.

Para mim este brusco aquecimento aconteceu, depois da brilhante vitória do Sporting no Dragão. Os benfiquistas andam assustados com as frouxas exibições da sua equipa, que, nos últimos quatro jogos, obteve quatro vitórias tangenciais, razão pela qual lançaram a atoarda da promessa de incentivos financeiros, para os seus adversários.

Tal facto cai por base, até porque o Vitória de Guimarães, também retirou pontos ao Sporting, nesse caso, o argumento poderia pôr-se ao contrário. Enfim é o folclore habitual, servindo apenas para vender jornais e alimentar a polémica nos programas sobre futebol, dos diversos canais televisivos.

Na segunda liga, o Chaves com o empate caseiro obtido no passado sábado com o Farense, além de frustrar todos quantos se deslocaram ao estádio assim como os que seguiram o jogo à distância, também contribuiu para fazer aquecer o campeonato da segunda liga, até porque os dois jogos que lhe faltam, são com os dois adversários diretos.

No próximo domingo o Chaves desloca-se a Portimão, recebendo depois o Feirense. Senão ganhar nenhum ponto, o Chaves arrisca-se a ficar na segunda liga. Eu tinha expectativas para ir a Portimão, mas em face da hora do jogo, o qual será às 11,15 horas da manhã de domingo, aliado ao facto de previsão de chuva para o fim-de-semana, esfriou-me a vontade na deslocação, assim provavelmente ficarei a torcer no sofá, vendo o jogo na Sport TV.

Assim é com grande expectativa que aguardo o próximo fim-de-semana desportivo, esperando que os meus desejos se concretizem isto é; a natural vitória do Sporting em casa sobre o Setúbal, e os empates do Benfica nos Barreiros e do Chaves em Portimão. Se tal acontecer poderei dizer que tive um fim-de-semana perfeito, apesar da chuva anunciada.

 

publicado por Nuno Santos às 09:48

Este ano vão ser emoções fortes até ao fim, isso é verdade.. Isso prova que os campeonatos são cada vez mais competitivos, o que é bom para os adeptos.

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
25
26
27

31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO