Outeiro Secano em Lisboa

Outubro 01 2015

Comissão dos Casados.jpeg

 

Comissão dos solteiros.jpeg

 Fotos do Blog Tradição e Modernidade

 

Embora com algum atraso eis o balanço das festas do ano de 2015, por tradição, ambas em setembro, a festa da Senhora da Azinheira a 8 de setembro e a do São Miguel o nosso padroeiro a 29 de setembro.

A população de Outeiro Seco continua muito arreigada, à tradição de realizar as festas nos seus dias, ainda que sejam dias da semana.

Ora, se antes se compreendia esta opção, porque calhando as festas num dia de semana, eram mais duas pausas no duro trabalho do campo, hoje já não é assim, pois uma boa parte dos outeiro secanos já não são residentes na aldeia, outros são trabalhadores por conta de outrem, não podendo dispor do seu tempo, a bel prazer.

A acrescer a isso, exclui-se ainda a população estudantil, porque o calendário escolar também se alterou, antes o ano escolar iniciava-se em outubro, e agora, inicia-se em setembro.

Por mais de uma vez, defendi a alteração da data das festas, para os fins de semana mais próximos, certo de que isso traria maior prestígio à aldeia, à semelhança do que aconteceu noutras terras, onde até as mudaram de mês, só para aproveitarem a estadia da sua população emigrante.

Esta medida é também defendida por outros outeiro secanos, infelizmente continua em minoria e claro, em democracia, deve prevalecer a vontade da maioria.

De modo que as festas, lá se realizaram nas suas datas de sempre. Mas também por isso, durante o dia apenas para a população local, e à noite, por causa do fogo, lá veio então mais gente de fora, embora neste ano, em menor número do que em anos anteriores, não porque o programa das festas fosse inferior, mas talvez por reflexos da crise económica, e também pela a dependência da televisão, devido à transmissão de futebol e às novelas, as quais retêm mais pessoas em casa.

Apesar destas vicissitudes, estão de parabéns os comissários das festas de 2015, que neste ano, coube aos moradores no Bairro da Senhora da Azinheira, tanto a comissão dos casados como a dos solteiros. Também mantendo a tradição e durante o arraial da festa do São Miguel, a comissão deste ano passou o testemunho, à comissão do ano de 2016, a qual será composta por moradores dos Bairros do São Bernardino I e São Bernardino II e ainda da Ribalta.

Esperamos que as festas do próximo ano, que calham também num dia de semana,desta feita a uma quinta-feira, obtenham um êxito igual ou superior às deste ano, pois não será expectável que, haja ainda coragem de as regular, com o fim de semana mais próximo.

Resta dar os parabéns aos mordomos deste ano, com especial destaque para o Luís Afonso e Fernando Batista, pela sua maior dinâmica e disponibilidade. Um reforço positivo também à comissão dos solteiros, também do mesmo bairro e na maioria, familiares da comissão dos casados, que graças à sua dinâmica angariaram mais receita que as suas despesas.

Para a nova comissão de 2016, sobre quem recai uma grande expectativa, tanto mais que já têm uma experiência adquirida de festas anteriores, assim como na organização de outros eventos, uma palavra de encorajamento e o desejo de um grande sucesso, assim como a garantia de total disponibilidade, para o que estiver ao meu alcance. 

 

 

publicado por Nuno Santos às 08:52

Em democracia... já foram as eleições?
Eis uma questão pertinente: referendar os dias das Festas, de:
1 - passarem para o fim de semana seguinte;
2 - Passar uma ou outra para o fim de semana seguinte;
3 - manter como está, no próprio dia.

Eu votaria (como experiência) a Festa da Nossa Srª Azinheira para o Fim de semana seguinte.

Saudações
Anónimo a 2 de Outubro de 2015 às 09:36

Então seríamos dois! Pois confesso que me constrange a pouca adesão das pessoas, ao programa realizado durante o dia, em especial, quando esta se realiza aos dias de semana. Por outro lado, constato que a procissão das velas, que, se realiza na noite do dia 7, tem cada vez mais aderentes, muitos deles não residentes, dando a impressão que muita gente participa na procissão, já por tradição e não porque tenha familiares no cemitério.
Saudações,
N. S.
Nuno Santos a 3 de Outubro de 2015 às 09:17

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Outubro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO