Outeiro Secano em Lisboa

Março 15 2017

champions.jpg

Descansem os europeístas porque ainda não é o Portexit, assim, para o bem e para o mal, continuamos a depender das orientações da União Europeia, tanto em matéria de política económica, como financeira. Estamos fora da Europa, mas apenas nas competições europeias, após a eliminação do Futebol Clube do Porto ontem, imitando o Benfica que, fora eliminado na semana anterior.

Com efeito, nesta época desportiva 2016/2017, as nossas equipas tiveram um fraco desempenho nas competições europeias, contribuindo muito pouco, para a pontuação do ranquing da UEFA. Se é verdade que o Benfica e o Porto, ainda se apuraram para os oitavos de final, já o Sporting que, também disputou a Champions League, caiu logo na fase de grupos, mercê da pouca sorte no sorteio, onde teve como parceiros de grupo, o Real Madrid, o Borrússia de Dortmund e Légia de Varsóvia.

Embora não houvesse um grande desequilíbrio nos jogos disputados, e as estatísticas provam isso, tendo o Sporting perdido com o Real e o Borrússia, sempre pela margem mínima, os resultados posteriores destas duas equipas provam que, são de outra galáxia.

Se bem que na minha opinião, o Sporting tinha a obrigação de fazer muito mais, perante o Légia de Varsóvia, ainda que no confronto directo o Sporting tivesse ganho em Alvalade por 2-0 e perdido em Varsóvia apenas por 2-1. O seu não apuramento para a Liga Europa, em detrimento do Légia, resultou do empate do Légia com o Real Madrid por 3-3.

Quanto às outras equipas que disputaram a Liga Europa, o Sporting de Braga, Rio Ave e Arouca, destas, só o Sporting de Braga se apurou para a fase de grupos, onde teve um desempenho muito abaixo das expetativas.

No jogo de ontem do Futebol Clube do Porto, repetiu-se a mesma situação do jogo do Dragão, havendo uma expulsão ainda na primeira parte, a qual terá condicionado o jogo do Futebol Clube do Porto. Curiosamente as estatísticas provam o contrário isto é, O Porto teve mais ataques e remates na segunda parte, jogando com dez jogadores do que na primeira com onze, mas isso também se deveu à postura da Juventus que se limitou a controlar o jogo.

O facto de ter jogado apenas com dez jogadores, ficou a  dever-se à justa expulsão de Maxi Pereira, tal como no Dragão se verificou a justa expulsão de Alex Teles. Ora, se estas expulsões terão condicionado o resultado do Porto, na eliminatória, não podemos esquecer que o Futebol Clube do Porto, disputou o apuramento para a Champions League com a Roma, tendo aí beneficiado de duas expulsões de jogadores da Roma.

O Benfica teve uma fase de grupos titubeante, apurou-se para os oitavos de final, por via dos resultados de terceiros, nomeadamente beneficiando do desperdício de um penalti do Dynamo de Kiev, mas nos oitavos de final jogou com o Borrússia de Dortmund, antes adversário do Sporting, com os resultados conhecidos.

Assim neste ano até finais de maio veremos os jogos pela televisão ficando a torcer que o Real Madrid se sagre campeão europeu, pois o facto de ter três jogadores da nossa seleção, ainda nos resta qualquer coisinha.

     

publicado por Nuno Santos às 09:36

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
14
16
17
18

19
21
23
24
25

26
29
30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO