Outeiro Secano em Lisboa

Junho 21 2013

 

Quando hoje vinha a caminho do emprego, ouvi na rádio do meu carro o extracto de uma entrevista do Prof. Sampaio da Nóvoa, reitor da Universidade de Lisboa, dizendo que o governo da nação, não tem de ser exercido obrigatóriamente apenas pelo PSD ou pelo PS, porque outros movimentos surgiram na sociedade portuguesa, com novas ideias, capazes de assegurar melhor essa governação.

Embora concorde com a afirmação, não sei muito bem como isso se articula depois com a actual constituição, a não ser que esse governo fosse de iniciativa presidencial, mas para isso, teria de ver o seu programa aprovado na assembleia da república. Mas como não ouvi a entrevista toda, fico-me por aqui.

Quando cheguei ao escritório, deparei-me na minha caixa de correio com este convite, para celebrar o S. Pedro em Outeiro Seco, promovido por um grupo de amigos de Outeiro Seco.

Ora o convite vindo na sequência da entrevista obriga-me a fazer esta reflexão. Das duas uma, ou as pessoas já não se revêem nos órgãos que elegem, ou então vivemos tempos novos que ainda não estão regulados, mas atenção tudo o que não é regulado não acaba bem.

E em Outeiro Seco existem até várias entidades institucionalizadas, cujo objecto social é a promoção do bem-estar social e cultural dos seus associados, cuja actividade não é confinada aos sócios, mas à população em geral, embora os sócios tenham uma discriminação positiva, como a redução de preços na entrada.

Algumas dessas instituições precisam até de angariar receitas, para a prossecução da sua actividade, daí a minha estranheza, por vê-las ficarem indiferentes a estas actividades populares, como é o caso do S. Pedro, que vá la saber-se porquê, é dos três santos populares aquele com maior tradição na nossa terra, apesar de creio não estar enganado, o único que está representado nos altares das várias igrejas e capelas da aldeia, ser o Santo António.

Aproveitando para dar os parabéns à organização nao vou poder estar, por causa da distância e porque este mês de Junho, tem sido fértil em deslocações. Amanhã sábado vamos às Portas do Rodão, uma das sete maravilhas de Portugal, e no domingo estaremos no Alto do Moinho, no III Encontro de Flavienses, onde vão estar vários outeiro secanos.

Para quem vive na zona de Lisboa e queira comparecer, pese embora eu não pertença à organização aqui fica o convite, o local é junto ao Pavilhão Desportivo do Alto do Moinho, entre Corroios e Vale de Milhaços.

 

publicado por Nuno Santos às 10:39

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14
15

18
20
22

26
29



links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO