Outeiro Secano em Lisboa

Julho 16 2013

 

Esta fotografia foi retirada do bogue “velharias “http://velhariasdoluis.blogspot.pt/, do Luís Montalvão, que apesar de ter nascido em Lisboa, preza muito as suas origens transmontanas, de Chaves e de Outeiro Seco pela parte do pai e de Vinhais, pela parte da mãe.

O seu blog é um autêntico tratado sobre arte, com particular enfoque na porcelana, faianças e outras antiguidades, mesclado de outros post que faz sobre a genealogia da sua família. O seu gosto por esta coisa das antiguidades, já lhe valeu até um convite para falar disso, num dos canais televisivos creio que na SIC, a convite da Júlia Pinheiro.    

Este automóvel que segundo o Luís, terá mais de 80 anos, foi propriedade do seu bisavô Dr. José Maria Ferreira Montalvão, tendo-o vendido em meados da década de sessenta ao Sr. Zé Merceana. O facto de o trazer a este blog, deve-se ao facto de eu ter assistido ao seu fim (pensava eu).

A minha relação com o Altino Rio filho do Sr. Zé Merceana vem desde quando fomos colegas de carteira na escola primária, eu na primeira classe e ele em classe mais avançada.

Um dia estávamos na sua casa do quintal, onde ainda não moravam, eis quando sem se saber como e porquê, começaram a sair chamas do motor do automóvel estacionado debaixo do alpendre, o qual dava acesso ao armazém, onde funcionava o alambique.

O Sr. Zé entrou numa aflição desmedida, ele que era um homem todo pragmático e o Guimarães, um velho criado lá da casa, com um cântaro que servia para medir o vinho, ia e vinha num lufa-lufa buscar água ao poço para apagar o fogo.

O fogo apagou-se assim como o carro que nunca mais funcionou, por isso o Sr. Zé vendeu-o não sei para onde.  Eis que agora o Luís Montalvão o ressuscita. Soube que pertence actualmente à Associação Automóvel do Vale do Ave e que o estão a restaurar.

Mas este não foi o automóvel mais antigo do Dr. Montalvão, teve um outro esse sim uma autêntica preciosidade, datado de 1901, sendo o primeiro automóvel que veio para Chaves, embora não tivesse sido adquirido pelo Dr. Montalvão, mas pelo seu sogro.

Esse automóvel esteve em Outeiro Seco durante muitos anos, guardado na garagem e tratado como uma verdadeira relíquia. Ao que parece está agora em exposição no Museu do Automóvel no Caramulo.

O Museu do Automóvel do Caramulo é mais um belo local para visitar. Curiosamente estive lá ainda não há muitos anos, mas desconhecia a presença dessa preciosidade, afinal está junto de outras, que os amantes dos automóveis podem apreciar, entre os quais o automóvel que transportava o Salazar e que resistiu a um atentado.

publicado por Nuno Santos às 20:10

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

15
17
18
20

21
22
24
25
26
27

29
30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO