Outeiro Secano em Lisboa

Agosto 26 2013
Foto de Capitão Pizarro Bravo

Depois de dois dias dramáticos no combate aos incêndios, Outeiro Seco, recuperou ontem a sua normalidade, com a realização de mais um evento onde nas duas últimas décadas se tem distinguido pelo seu pioneirismo e dignificando em muito, a nossa freguesia. Tratou-se do lançamento do livro “Junta de Freguesia 1900-2013”, compilado pelo Eng. Altino Rio, um projecto já com alguns anos, onde se consubstancia a transcrição de actas e documentos das Juntas da Freguesia, produzidos nesse período.

Apesar do seu formato ser em livro, em boa verdade o que ontem foi apresentado ao público, não pode considerar-se propriamente um livro, pois não vai ser vendido nas livrarias, configura-se mais como um documento para memória futura da freguesia. Do documento ou livro foram apenas produzidos dois exemplares, um ficará depositado na sede da Junta de Freguesia de Outeiro Seco, o outro na Biblioteca Municipal na sede do concelho, onde poderão ser consultados, por quem de interesse.

O momento serviu também para uma pequena homenagem ao Dr. João Baptista, em fim de mandato como presidente da câmara municipal. Apesar da singela homenagem ser proposta, apenas pelos autarcas locais, eleitos pelo seu partido, não deixa contudo de congregar uma boa parte da população, pelo apoio que o Dr. João Baptista deu às inúmeras iniciativas realizadas na freguesia, marcando sempre presença.

O livro foi apresentado pelo Arquitecto António Cabeleira, actual vice-presidente e candidato à presidência da câmara nas próximas eleições. Pena que o público não tivesse aderido mais, porquanto o momento merecia-o, mas por coincidência ontem houve outras iniciativas na aldeia, nomeadamente uma excursão a Vigo, pois não quero querer que o acto realizado ontem, fosse visto com fins políticos e eleitoralistas.

De salientar que o livro reflecte períodos que vão da monarquia 1900-1910, à primeira república 1910-1926 ao estado novo 1926-1974 e depois de 1974 até 2013. Com o lançamento deste livro Outeiro Seco ficou mais rico em temos de património, mas em breve outras iniciativas ocorrerão, as quais serão divulgadas na altura própria.

Resta parabenizar os mentores do projecto, assim como a todos quantos nele colaboraram.

 

 

publicado por Nuno Santos às 11:18

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

13
14
15
16
17

18
19
21
23

31


links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO