Outeiro Secano em Lisboa

Maio 01 2014

É sabido que o Benfica não é o clube da minha simpatia, mas quando os jogos são com equipas estrangeiras e que, demonstram alguma sobranceria, como foi o caso da Juventus, fico satisfeito com a vitória das equipas portuguesas, qualquer que elas sejam, por isso aqui ficam os meus parabéns, a todos os benfiquistas.

Bem sei que os seus adeptos, irão reclamar exclusivamente para o seu clube, o êxito desportivo, mas em boa verdade, todo o futebol português acaba por sair beneficiado, porquanto são mais pontos que contam para o ranquing europeu, e só por isso, na época desportiva de 2014-2015 Portugal, vai ter três equipas a disputar a Champions League.

O Benfica ganhou a eliminatória em Lisboa, quando ganhou à Juventus por 2-1, hoje apenas se limitou a defender e bem, essa vantagem. Assim daqui a 15 dias lá estará de novo em Turim para disputar a final contra o Sevilha, equipa que paradoxalmente apresentará em campo, tantos jogadores portugueses, quantos o Benfica.

Um facto inédito é o de que os quatro finalistas das duas maiores provas europeias de futebol, são da Península Ibérica. O Real Madrid – Atlético de Madrid na Champions, cuja final vai ser em Lisboa e por isso no dia 24 de Maio, iremos ser de novo invadidos por espanhóis, ainda que agora venham em missão de paz, assim o esperamos, porquanto os adeptos dos dois clubes apesar de serem da mesma cidade, não convivem lá muito bem.

Já no próximo dia 14 de Maio, o Benfica regressa a Turim desta vez para jogar a final contra o Sevilha. A ver vamos se se quebra a maldição de Bella Gutmann, e o Benfica trás o caneco, doutra forma será a nona final perdida após essa maldição.

Para quem não sabe o Bella Gutmann foi um treinador húngaro que, foi campeão europeu com o Benfica. Quando foi despedido disse que o Benfica, jamais ganharia uma prova europeia sem ele, o certo é que todas as finais jogadas após a saída de Bella Guttmann o Benfica perdeu.

Mas pelo que isso representaria para elevar a autoestima de muitos portugueses, oxalá o Benfica quebre a maldição e traga o caneco, pois também sei bem o que é perder uma final ainda por cima em casa, pois juntamente com a Celeste, fomos dos muitos sportinguistas que assistimos à derrota do Sporting em casa, contra o CSKA de Moscovo.

 

publicado por Nuno Santos às 23:52

Maio 01 2014

Pela sua história e simbologia este dia, deveria ser um dia de luta, mas ultimamente tem sido desvalorizado, pese embora se mantenha o feriado, coisa que já não acontece em muitos dos países. Em Portugal as actividades do 1.º de Maio limitam-se às concentrações nas principais cidades, promovidas pelas centrais sindicais, às quais aderem aqueles com maior militância, quase sempre os mesmos, porquanto, na generalidade dos trabalhadores grassa um enorme desinteresse e falta de militância, resultando depois naquilo que assistimos ainda ontem, com a apresentação do DEO - Documento de Estratégia Orçamental.  Apesar das expectativas criadas, O DEO resultou apenas na criação de mais impostos para os trabalhadores, ou seja; um aumento de 0,2% nos descontos para a Segurança Social e no aumento de 0,25% no IVA.

O resto foi um tira daqui e põe ali, tudo para tentar reduzir o impacto negativo do resultado nas eleições que se aproximam, quer nas do próximo dia 25 de Maio para o Parlamento Europeu, como para as Legislativas em 2015.

Mas esse desinteresse é transversal a toda a sociedade. Na passada terça-feira a OTOC – Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas que tem quase cem mil associados, aprovou em assembleia geral uma medida que vai hipotecar o futuro da Ordem, ao contrair um empréstimo de vinte milhões de euros, para aquisição de novas instalações. Pois apesar da quase centena de milhares de sócios ou membros como eles gostam de dizer, não chegou a duzentos membros os que estiveram na assembleia, onde se aprovou tão importante matéria.

Isto é fruto da democracia que, os partidos que nos têm governado, sempre quiseram implementar, a democracia votante e não militante, De quatro em quatro anos os eleitores depositam o seu voto e depois os eleitos governam-se.  

 

publicado por Nuno Santos às 09:37

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


20

28
29


links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO