Outeiro Secano em Lisboa

Agosto 24 2014

Faz hoje 34 anos e o dia 24 de agosto também foi um domingo. Durante essa madrugada a Celeste, após nove meses de gravidez entrou em trabalho de parto, e como nessa altura ainda não tínhamos carro, porque apesar de já estarmos em 1980, um carro ainda não era acessível a todas as bolsas, a Celeste lá foi aguentando as dores até que amanhecesse, para pedirmos ao nosso vizinho Cândido (paz à sua alma) para nos levar ao Hospital de Santa Maria.

Fomos para o Hospital de Santa Maria, porque nessa época a MAC - Maternidade Alfredo da Costa estava a ser evitada, porque tinham lá detectado uma bactéria, a qual punha em risco as parturientes e os bebés. Só que segundo os técnicos de serviço a situação já estava revertida, e como administrativamente pertencíamos à zona da MAC, foi para lá que tivemos de ir.

A MAC chegou a ser a melhor maternidade do país, hoje está em vias de fechar, porque a construção de outras maternidades próximas, como nos hospitais de S. Francisco Xavier e da Amadora - Sintra, mais o racionamento nos gastos do Serviço Nacional de Saúde, tem-na esvaziado de meios técnicos e humanos, e só não fechou ainda, por causa da oposição do povo de Lisboa.

O certo é que ultimamente têm ocorrido lá episódios pelo mau serviço prestado, pelo que mais dia menos dia o belo edifício que alberga a MAC, será por certo convertido em mais um hostal, dos muitos que já proliferam por Lisboa.

Tudo isto de introito para dar os parabéns ao nosso filho Nuno Pedro, o qual faz hoje 34 anos, e que embora tivesse entrado em trabalho de parto durante essa madrugada, acabou por ser arrancado a ferros “forceps” às 16,30 horas, quando eu estava em Alvalade a assistir ao Sporting-Porto.

Nessa época os jogos disputavam-se todos ao domingo e à mesma hora, só por isso a história não se repetiu. Pois se nesse ano o Sporting jogou no domingo com o Porto, desta vez jogou ontem com o Arouca, e com um resultado diferente. Há 34 anos perdemos 1-0 e ontem ganhamos 1-0, embora fosse também um jogo muito sofrido, tendo constatado que o Sporting, este ano não tem um treinador à altura, faltando-lhe sobretudo falta de liderança. O episódio do penalti marcado e falhado pelo Nani, é elucidativo dessa mesma falta de liderança.

Neste dia tão especial para o meu filho, além dos parabéns desejo-lhe também muito sucesso na sua vida pessoal e profissional, e como ele é feito à minha semelhança, os sucessos desportivos do nosso clube são vividos em família, porque os três pai mãe e filho, somos sócios do Sporting.

publicado por Nuno Santos às 08:58

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
16

18
21

30



links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO