Outeiro Secano em Lisboa

Julho 15 2015

1_product_g_3930.jpg

Faleceu ontem o nosso conterrâneo Dinis de Castro André, vítima de doença prolongada. O seu corpo está em camara ardente na igreja da senhora da Azinheira e o seu funeral, ocorrerá hoje para o cemitério local, às 10,00 horas da manhã. O Dinis viveu toda a sua vida com uma doença incapacitante, uma paralisia infantil que, não o afetou cognitivamente nem da maioria das bricadeiras, com os seus amigos de infância.

O Dinis teve uma atividade académica normal, assim como uma vida profissional, sendo funcionário das finanças, primeiro na Repartição de Vinhais e mais tarde em Chaves, onde era sempre solícito, no atendimento aos seus conterrâneos.

Costuma fazer parte do ciclo da vida, os pais morrerem primeiro que os filhos, não é o caso, porquanto, os pais do Dinis ainda são vivos. Os nossos sentidos pêsames para eles e para a restante família, esposa, filha irmãos e sobrinhos.

 

publicado por Nuno Santos às 08:08

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Julho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
17
18

19
20
21
24
25

26
27
29
30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO