Outeiro Secano em Lisboa

Outubro 05 2015

Estremoz13.jpg

 

Por ironia do destino trabalho na avenida 5 de outubro, a data que, simbolicamente, assinala a mudança de regime em Portugal. Esta avenida é paralela com a avenida da República e com a Defensores de Chaves, e as três, devem a sua toponímia à mesma origem, a República.

Há mais de um século que esta efeméride vem sendo celebrada, uns anos com maior outros com menor pompa, mas tem se celebrado. Até que apareceu um partido que, há muito almejavam obter, um governo e uma presidência, e logo na primeira oportunidade, acabou primeiro com o feriado, depois com as comemorações, embora o presidente da câmara de Lisboa, tivesse hasteado a bandeira, repetindo o gesto dos republicanos, há 105 anos.

Claro que tanto o governo como o presidente, hoje estarão mais interessados, na comemoração da vitória eleitoral de ontem, embora seja uma vitória escassa, porquanto, face às últimas eleições, perderam quase trinta deputado e novecentos mil votos. O facto é que mesmo assim, foram a força partidária mais votada, sendo este um dos sortilégios da democracia,  ganha quem obtem mais votos, e não quem tenha maior razão.

Está visto que os portugueses, não apostam em rupturas, mas preferem a continuidade. Só que, depois do corte nos salários, nas pensões, na venda dos bens essenciais de riqueza, na deterioração de serviços essenciais, como ensino e saúde, o que mais nos irá acontecer nos próximos tempos?

E será que aguentamos? Ai aguentamos! Aguentamos e o resultado de ontem é o exemplo disso.

publicado por Nuno Santos às 18:57

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Outubro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO