Outeiro Secano em Lisboa

Março 03 2015

Manteigaria_2014_0101.jpg

 

manteigaria-pasteis.jpg

 

No sábado passado fui ao meu Bairro Alto, um local onde vivi bons momentos da minha vida, entre os anos de 1974 a 1978.

Nos últimos anos este bairro teve uma grande dinâmica, tornando-se num dos principais locais da noite lisboeta, mas os bairros fazem-se de ruas e locais de referência, por isso hoje escrevo sobre a rua onde morei, a rua do Loreto.

É uma rua muito pequena, nem sei se terá mais de cem metros de comprido, começa no largo de Camões e termina no largo do Calhariz. O seu nome é de origem italiana e não deve ser despiciente, o facto de a poucas dezenas de metros, se situar a igreja do Loreto, mandada construir no século XVII pela comunidade italiana, um sinal de que Lisboa era já na época, uma cidade de acolhimento.

Entre muitas outras coisas de interesse nesta rua, salienta-se no rés-do-chão do prédio onde vivi, o antigo Cinema Ideal, ao qual chamávamos o Piolho, um cinema de reprise frequentado pelas classes mais pobres do bairro, por causa dos preços dos bilhetes, mais baratos do que nos cinemas de estreia, embora o espaço de tempo decorrido entre a estreia dos filmes e a sua exibição aqui, por vezes nem chegava a um mês.

Este cinema com mais de 110 anos de existência, já teve vários nomes mas agora retomou o seu nome original, estando convertido num cinema de referência. Reaberto no verão passado após grandes obras de requalificação, foi aqui estreado o filme os Maias, de João Botelho.

Do outro lado da rua situa-se a antiga Manteigaria, que, tendo encerrado as suas portas em 1975, reabriu agora quarenta anos depois, como uma fábrica de pastéis de nata, os quais não ficam atrás dos pastéis de Belém.

É sempre com nostalgia que regresso ao Bairro e à rua do Loreto, mas agora tenho um novo pretexto para regressar mais vezes, ir comer um pastel de nata à Manteigaria, e por isso fazer um regresso ao meu passado.

publicado por Nuno Santos às 13:20

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
17
18
19
20

23
24
25
28

29
31


links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO