Outeiro Secano em Lisboa

Outubro 30 2014

 

Para quem como eu se emociona com o cante alentejano, aqui fica um mix extraído do filme documentário, “Alentejo, Alentejo” acabado de ser premiado, num festival de cinema na Colômbia.

Este filme realizado por Sérgio Tréfaut, foi encomendado pela Câmara Municipal de Serpa, servindo de apoio à candidatura do cante alentejano, a Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, cuja aprovação das candidaturas irá ocorrer, entre os dias 24 e 29 de novembro.

Sabe-se desde já de que esta candidatura passou à fase final, por isso  tudo aponta para que depois do fado, venhamos a ter também o cante alentejano, como Património Imaterial da Humanidade.

Por falar em Alentejo, no próximo dia 2 e como é costume, de há uns anos a esta parte, a minha mãe desce ao Alentejo, onde passa uma parte do outono e do inverno, só regressando à aldeia na Primavera, tal como as andorinhas.

É também nessa altura que mais vezes visito o Alentejo, ainda que todas as alturas sejam boas, tal a beleza da sua paisagem e a simpatia e hospitalidade das suas gentes, quer seja do Alto ou Baixo Alentejo, ou como diz a canção; Alentejo terra sagrada do pão, eu hei-de ir ao Alentejo, seja no inverno ou no verão.

publicado por Nuno Santos às 12:53

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15

20
24

28
29


links
pesquisar
 
Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO