Outeiro Secano em Lisboa

Junho 26 2014

Nem sempre no futebol ganham as equipas que merecem, mas desta vez no Grupo G, onde Portugal estava inserido, as equipas apuradas foram aquelas que mais fizeram por isso, ou seja a Alemanha e os Estados Unidos.

Deste modo a seleção portuguesa vai regressar a casa mais cedo, e a pensar já no apuramento para o Europeu de 2016, cujo primeiro jogo vai ocorrer já no dia 7 Setembro contra a Albânia, quase à mesma hora da procissão das velas da nossa festa,  ao que parece com o mesmo timoneiro, porque Paulo Bento a quem imputo o maior quinhão de responsabilidade neste insucesso, já disse que não se demite.

Não sendo um expert na matéria, em minha opinião foram vários os factores que estiveram na origem da nossa eliminação precoce. O primeiro deve-se à não renovação da equipa em sectores deficitários, como o lado esquerdo da defesa, ao não levar um defesa esquerdo de raiz, no caso o Antunes ou o Diogo Figueiras, contando apenas com o Fábio Coentrão que, se lesionou logo no primeiro jogo.

O segundo factor foi a insistência em jogadores com défice físico no meio campo, e só no último jogo alterou esse figurino. Por fim o facto do Cristiano Ronaldo não estar no seu melhor momento de forma, fruto da época desgastante que teve no seu clube, o Real Madrid.

Houve outros factores como as lesões e o o clima, embora isso não sirva de atenuante, porquanto, o clima foi igual para todas as equipas, e a esmagadora maioria dos jogadores, mesmo os das equipas da América do Sul e de África, jogam em equipas europeias.

Um outro facto a merecer uma análise mais cuidada, embora de cariz externo e em sede da UEFA, prende-se com o facto da excepção da seleção Alemã, as equipas dos países com os campeonatos mais disputados, como o da Inglaterra, Espanha, Itália e Portugal, ficaram todas pela na primeira fase.

Agora rei morto rei posto e como o Brasil é o anfitrião da Copa e nos recebeu tão bem, pois agora que ganhe o Brasil.

 

 

 

publicado por Nuno Santos às 21:16

estou louco nuno
nunca que seja qualquer um
se estivesses aqui certamente mudarias de ideia
não vi um unico jogo não vejo um jogo de futebol faz bastante tempo
mas enchem o meu saco todo o dia
e o principal alvo deles é o CR7 e o mourinho que sequer está na copa
a minha filha mais nova depois do jogo da alemanha ficou horrorizado
com o que leu no face contra nós ela terminou assim povinho sem noção
eu podia falar muito mais mas vou ficar por aqui abraço
brasil nunca

vasco sobreira garcia a 28 de Junho de 2014 às 01:49

Olá amigo Vasco,
Pois é amigo, o Cristiano Ronaldo é do tipo ou se ama ou se adora. Ele tornou-se num icone que, extravasa o fenómeno desportivo. Actualmente factura mais em actividades de marketing, do que propriamente em honorários de futebolista, além disso, tem uma boa figura uma bela namorada muito dinheiro, mas como quase todos os desportistas, não tem uma grande cultura. Primeiro porque veio de um meio muito humilde, apesar de ao contrário de outros como o Beckman por exemplo, o Cr7 nunca renegou a família antes pelo contrário, tem sido o seu suporte. Como sabes para singrarem no desporto, têm de descurar a parte educacional, por isso é raro veres um futebolista de alto nível com grande formação, a qual muitos adquirem, só após abandonarem a actividade.
Quanto aos brasileiros todos conhecemos essa relação de amor e odio, que vem ainda daquilo que nós chamamos Descobrimentos, e aí alguns dizem Achamento ou roubo. Mas uma coisa é certa tivesse Porugal mais cinco CR7,e a Copa era nossa.
Um abraço,
Nuno Santos a 28 de Junho de 2014 às 08:03

ainda não vi um jogo se quer
e hoje dei muita sorte pois estava a assistir um programa da rtp madeira e quando acabou começou um documentário ainda em preto e branco e de quem fala da amália da lucilia maria t. noronha e mais algumas de homens foram diversos os ultimos foram o max e o fabuloso francisco josé com quem estive algumas vezes que voz que genio que opinião ò alentejano terrível mas portugues por inteiro daqueles de antes quebrar que torcer
quando ouvi a noticia da sua morte estava aqui em casa fiquei triste e não pude evitar emotivo como sou mas logo em seguida pensei como ele foi feliz pois mesmo depois de ser proibido de cantar na tv portuguesa ele enchia a boca com aquele vozeirão para falar do seu país olha foi um programa e tanto abraço

vasco sobreira garcia a 29 de Junho de 2014 às 02:11

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

16
18
19
20

25
28



links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO