Outeiro Secano em Lisboa

Janeiro 19 2016

IMG_3483.JPG

IMG_3523.JPG

 

“A vida é o que fazemos dela” já o disse Fernando Pessoa e as viagens, são o melhor que fazemos na vida, porque alargamos horizontes e contatamos com outras pessoas e outras realidades. Podemos viajar sozinhos ou em grupo, embora eu prefira as viagens em grupo, porque há sempre uma maior partilha de conhecimentos, além de que, fazemos quase sempre novas amizades

Estas duas fotografias foram retiradas de uma das nossas viagens. A primeira foi na praça do Sultanahmet em Istambul, à entrada da Mesquita Azul e onde as mulheres não podem entrar de cabeça destapada. Desgraçadamente foi aqui que há dias, um terrorista suicida se fez explodir, matando com ele nove turistas alemães e ferindo muitos outros. Felizmente que isso não aconteceu no dia em que nós estivemos na Mesquita Azul, porquanto o nosso grupo era composto por mais de trinta portugueses.

A segunda fotografia foi tirada no Grande Bazar também em Istambul, tendo como protagonistas o Bruno Santos e a sua mulher Cristina. A vida tem coincidências engraçadas, o Bruno é filho do meu primo Cesário Santos, um dos meus primos que, numa fase da minha vida, maior proximidade teve comigo.

Só que a vida encarregou-se de nos separar, o Cesário radicou-se no Porto e eu em Lisboa. Durante alguns anos ainda nos revíamos na aldeia, por altura da festa, mas após a morte dos seus pais, as suas visitas à terra rarearam, deixando-nos de ver, por isso não via o Bruno, há seguramente mais de quinze anos.

Porém há coisas que não se esquecem, apesar do grupo se ter juntado apenas no segundo dia, porque uns partiram do Porto e outros de Lisboa, logo na primeira refeição conjunta, o Bruno chamou-me a atenção, não só pelos seus traços fisionómicos, mas sobretudo pelo timbre da voz, porque ao ouvi-lo, eu estava a ouvir o seu pai o meu primo Cesário.

Escusado será dizer dizer que foi uma viagem cheia de cumplicidades, com a reposição de conversas e factos familiares. Ao mesmo tempo foi para mim uma satisfação constatar o espírito de liderança do Bruno uma faceta muito caraterística da nossa família, porque apesar de ser dos mais jovens do grupo, todos lhe reconheciam essa liderança e tornou-se numa espécie de porta-voz do grupo.    

Infelizmente não encontro o seu contacto, mas aqui ficam os votos de um Bom Ano para ele e para a Cristina, assim como para todos os que, connosco fizeram a viagem pela Turquia, a qual decorreu calma e tranquila e sobretudo, com grande amizade e solidariedade.

publicado por Nuno Santos às 09:54

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
14

17
18
20
21
22

24
26
30



links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO