Outeiro Secano em Lisboa

Outubro 12 2014

Forte_S_Filipe.JPG

 

20141011_151312.jpg

 

 

20141011_123137.jpg

 

 

Castelo de cinco quinas

só há um em Portugal

fica à beira do Coa

na vila do Sabugal

 

Esta quadra aprende-mo-la no livro da 3ª classe do antigamente, mas não tem rigor histórico, porquanto, o castelo de Setúbal, também conhecido como Forte de S. Filipe, tem igualmente cinco quinas.

Ainda que não se fale muito deste castelo, ele é interessante por várias razões. Desde logo porque é um dos poucos vestígios da governação dos Filipes de Espanha, que também foram de Portugal, pois a sua primeira pedra, foi lançada precisamente por Filipe I de Portugal, Filipe II de Espanha, e talvez por isso, o nome do castelo tenha sido encomendado a um santo, com o seu nome.

Este castelo tinha a missão de vigiar a entrada na barra do Sado, agora, está convertido em pousada, avistando-se dali uma visão panorâmica extraordinária, não só sobre a cidade de Setúbal, mas também, da península de Troia e da serra da Arrábida.

Apesar do dia ontem não estar muito claro e propício para fotografias, a visita que lhe fizemos foi super agradável, ainda por cima porque deu para desgastar o estômago, na sequência de um opíparo almoço no célebre restaurante verde branco, sem conotações sportinguistas nem com o Vitória de Setúbal, porquanto, na sua decoração, não havia qualquer referência futebolística, nas suas paredes existe apenas referências a peixe e a mar que, é a sua especialidade. Este restaurante situa-se junto à praça de touros Carlos Relvas, a menos de cem metros da sua porta principal e recomenda-se a quem gosta de comer bom peixe.

A cidade de Setúbal que na década de setenta, do ponto de vista industrial foi uma das cidades mais pujantes do país, sofreu a partir da década de oitenta um grave declínio, por causa do fecho de indústrias estruturantes, como a Setenave a Renault e muitas outras, chegando a haver fome em alguns sectores da população, as quais se viram a braços com o desemprego, reflectindo-se inclusive no desempenho do seu Vitória que baixou várias vezes de divisão.

Nessa altura ganhou emergência o Bispo D. Manuel da Silva Martins, pela defesa que fez dessas populações, merecendo até o epíteto de bispo “vermelho”. D. Manuel Martins foi substituído em 1998 pelo D. Gilberto, o qual durante muitos anos foi o abade da paróquia de Santa Maria Maior em Chaves.

Ontem gostei do que vi, sendo notória alguma dinâmica nas ruas comerciais, assim como a existência de vários estaleiros de obras pela cidade, um sinal de que a economia local está mexer. Oxalá isso sejam sinais de recuperação, porque Setúbal é uma cidade com grande potencial e beleza.

 

 

publicado por Nuno Santos às 10:23

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15

20
24

28
29


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO