Outeiro Secano em Lisboa

Janeiro 04 2015

Praia_de_Carcavelos.jpg

Apesar de ser fim de semana, ontem tive de sair de casa próximo das sete da manhã, a fim de levar o meu filho e nora ao aeroporto, no seu regresso à Holanda, onde ganham o pão de cada dia. Nestas frequentes idas ao aeroporto experenciamos sempre duas situações antagónicas, a de alegria e ansiedade quando vamos para as Chegadas, outra de tristeza e saudade, quando vamos para as Partidas.

Mas atendendo à conjuntura em que vive o nosso país, e o facto de sabermos que têm uma situação profissional estabilizada, no país de acolhimento, ajuda a mitigar essa tristeza e saudade.

Aproveitando o facto de me ter levantado cedo, acabei por ir ao ginásio, desgastar algumas das calorias assimiladas no Aprígio e nos outros restaurantes que visitei, na curta estadia em Chaves. e como à tarde a temperatura subiu, fomos apanhar sol até Carcavelos, cuja praia tinha tanta gente nas esplanadas, como em algumas tardes de verão.

O meu dia terminou em Alvalade, onde parece ter-se enterrado o machado de guerra entre presidente e o treinador, selando-se esse tratado de paz com uma brilhante vitória por 3-0, sobre o Estoril.

No fim do jogo e apesar do frio que já pairava nas bancadas, cantamos em euforia “Só eu sei por que não fico em casa”.

 

 

publicado por Nuno Santos às 09:48

como sabes não entro em comentários sobre futebol
como a minha única paixão hoje é o nosso desportivo
eu fico meio confuso pois antes de começar a época entrei no site do clube para ver o plantel e na altura havia apenas um jogador de chaves e outro de um conselho limitrofe e às vezes eu pergunto-me torcer para quem
vasco sobreira garcia a 4 de Janeiro de 2015 às 22:34

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
14
15

18
20
21
22
23
24

26
27
28
29
31


links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO