Outeiro Secano em Lisboa

Agosto 15 2014

Há um velho o ditado que diz que “quem canta seus males espanta”, e com efeito, apesar da propalada crise e dos cortes salariais que, afinal só vão vigorar até final de 2015, ficando as reformas dos pensionistas a salvo, isto segundo o parecer do TC Tribunal Constitucional anunciado ontem.

Esperamos para ver agora o que o Coelho tira da cartola, para compensar este corte na receita orçamental, porque apesar de haver uma palavra de ordem dizendo que “os ricos que paguem a crise” com estes governos a crise é paga pelo povo trabalhador, tal como diz o banqueiro Fernando Ulrich, "se os sem abrigos aguentam, porque é que os trabalhadores não aguentam! Ai aguentam, aguentam".

Mas voltando ao ditado de quem canta seus males espanta, sem considerarmos as milhares de festas e romarias que se realizam por todo o país, em honra dos seus padroeiros, só no site festivais de verão. com, estão anunciados 64 festivais, mas há muitos mais não anunciados nesse site, tais como as festas organizadas por autarquias e outras entidades, algumas delas para homenagear os seus emigrantes, dizem.

Outeiro Seco não podia ficar à margem deste movimento social, e apesar de estarmos próximos da nossa festa, a qual vai ocorrer como sempre em setembro, este ano com um programa vastíssimo pois começa a 5 de setembro, prolongando-se pelos dias 5,6,7 e 8 de setembro, culminando depois no dia 29 de setembro com o S. Miguel, começa já neste domingo dia 17 com a Festa do Emigrante, apesar de sermos uma terra com mais migrantes, do que emigrantes, e  vai ser até um migrante, o Vitorino Chaves, o principal animador da festa, cuja receita vai reverter a favor da AMA - Associação Mãos Amigas.

Hoje dia 15 é seguramente o dia mais festivo do ano, em honra da nossa senhora, numas terras é a senhora da Assunção  noutras da Livração, outras ainda a senhora da Agonia, os nomes e as honrarias não se esgotam, repetindo-se depois no dia 8 de setembro, quando a nossa senhora volta a ser festejada pela sua natividade, como senhora da Azinheira na nossa terra, senhora da Aparecida em Calvão, senhora dos Remédios em Lamego, senhora da Confiança no Pedrogão, enfim cada terra a sua devoção, apesar da senhora ser a mesma.

Começa hoje uma outra festa também com muitos devotos, nos quais me incluo, cujo calendário se prolonga por vários meses. Trata-se do campeonato de Futebol, inciando-se com o jogo Porto-Marítimo, prosseguindo depois pelo fim de semana,  e no sábado joga a Académica – Sporting. No domingo a jornada encerra com as restantes equipas, entre as quais o Benfica – Paços Ferreira.

A ver vamos como vai decorrer o campeonato, apesar de partirem todos com zero pontos, o Porto face à quantidade e qualidade de contratações, parece ter alguma vantagem. O Benfica tem o título a defender, e o Sporting, apesar da contenção nas contratações, o seu presidente já assumiu que somos candidatos ao título, porém com os últimos constrangimentos recentes com alguns dos jogadores nucleares, como o Rojo e o Sliman não auguram nada de bom, vamos ver o que irá acontecer.

O campeonato da 2ª Liga já começou na semana anterior e o Chaves, apesar da pré época promissora, empatou logo na primeira jornada em casa, com o Académico de Viseu, a ver o que faz hoje em Lisboa, com o Atlético. O Chaves é apontado como um dos grandes favoritos à subida, pese embora o arranque tenha sido preclitante, mas não interessa como começa, interessa sim como acaba, e esperamos poder festejar no próximo mês de maio a subida do Chaves à primeira liga.    

 

 

publicado por Nuno Santos às 08:16

olha meu desportivo já empatou
mas eu vim seco aqui para ver outra coisa e ontem no hospital não pensava noutra
espero que tenha corrido tudo e eu quero ver logo abraço
vasco sobreira garcia a 17 de Agosto de 2014 às 20:11

Um outeiro secano residente em Lisboa, sempre atento às realidades da sua terra.
mais sobre mim
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
16

18
21

30



links
pesquisar
 
Visitantes
blogs SAPO